#AlertaPMRio – Atualização sobre o movimento dos PMs

Protesto de parentes de PMs continua no RJ; polícia diz que patrulhamento é normal

PM afirma que 27 batalhões contam com protestos na porta. Reunião de parentes com Comando-Geral terminou sem acordo.

Polícia Militar do Rio de Janeiro informou ao G1 que familiares de PMs se concentram na porta de 27 batalhões na manhã deste domingo em todo o Estado do RJ. Mais cedo, por meio de suas redes sociais, a corporação afirmou que as viaturas responsáveis pelo policiamento já estavam nas ruas. Os parentes reivindicam o pagamento do 13º salário, do RAS Olímpico, que é a gratificação que deveria ter sido paga pelo trabalho na Olimpíada, e o pagamento das metas atrasadas. Uma das unidades com protestos na porta é o Batalhão de Choque, no Estácio, Zona Central do Rio.
A PM diz que há no Rio uma mobilização de familiares de agentes, iniciada pelas redes sociais. Segundo a corporação, não se trata de uma paralisação, nos moldes do que acontece no Espírito Santo.
“O patrulhamento está sendo realizado normalmente, bem como as trocas de turnos. As rendições, quando necessárias, são realizadas no lado externo e locais que apresentaram maiores problemas estão com apoio de outras Unidades”, explicou a nota da PM.
Na entrada do Batalhão de Choque, no Estácio, no Centro do Rio, impedidos de entrar, policiais cantaram o hino do lado de fora da unidade.
De acordo com a Globo News, no 6º Batalhão, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, cerca de 10 mulheres seguem na porta do local. Elas estão acampadas diante da unidade desde sexta-feira (10) e decidiram manter a ocupação por falta de acordo. As viaturas não entram e nem saem da unidade, mas as trocas de turno acontecem fora do batalhão e o policiamento não estaria sendo prejudicado.
Mais cedo, dois PMs trocaram tiros na porta do 12º Batalhão, em Niterói. Um PM ficou ferido por um disparo nas costas, mas seu estado de saúde é estável, de acordo com o comandante da unidade. Ainda assim, três mulheres e uma mulher permaneciam em protesto na porta da unidade às 9h. O comandante contou ao G1 que o policiamento ocorre normalmente e o protesto não impede a circulação dos policiais.
Parentes de policiais se reuniram na tarde de sábado (11) com integrantes do Comando-Geral da Polícia Militar no Quartel General da corporação, no Centro do Rio de Janeiro. O objetivo era buscar saídas para o fim de protestos nas portas de batalhões do estado, que tiveram início nesta sexta-feira (10), mas a reunião terminou sem acordo.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/pm-informa-que-viaturas-fazem-patrulhamento-normalmente-em-todo-o-rj.ghtml
Foto: Viatura em patrulhamento na manhã deste domingo (12) (Foto: Divulgação/ PMERJ)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *